sexta-feira, setembro 17, 2021
Home Investimentos Tesouro Direto: alta das taxas de títulos públicos se acentua na tarde...

Tesouro Direto: alta das taxas de títulos públicos se acentua na tarde desta 6ª feira; prefixados pagam mais de 9,0% ao ano

SÃO PAULO – Em meio à queda da Bolsa e à alta do dólar, as taxas pagas pelos títulos públicos negociados via Tesouro Direto acentuaram o movimento de alta na tarde desta sexta-feira (30), com destaque para os papeis com rendimentos prefixados. Investidores demonstram maior preocupação com a manutenção do teto de gastos, em um dia também mais negativo para as bolsas internacionais.

Repercutem no mercado declarações de duas fontes ao Estadão/Broadcast indicando que integrantes da ala política do governo já estudam bancar o novo Bolsa Família com recursos fora da regra do teto de gastos. A discussão teria entrado no radar da Casa Civil, agora comandada por Ciro Nogueira, membro influente do grupo conhecido como Centrão, apesar da resistência do ministro da Economia, Paulo Guedes, à ideia.

O próprio presidente Jair Bolsonaro admitiu a possibilidade de o país “se endividar” para pagar o Bolsa Família. “Essa questão do auxílio emergencial, do Bolsa Família, temos que pensar nisso e gastar dinheiro nisso ou se endividar, que é a palavra mais correta, para atender aos mais necessitados até que a economia volte à sua normalidade”, afirmou mais tarde.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse contudo que o governo não descumprirá a regra do teto de gastos por causa do Bolsa Família, cujo valor será reajustado segundo anúncio já feito pelo presidente Bolsonaro.

“Os senhores podem ter certeza que não furaríamos o teto por causa do Bolsa Família, não é nada disso, isso tudo está sendo programado com muita responsabilidade”, disse o ministro a jornalistas, após participar de evento no Rio de Janeiro.

No Tesouro Direto, entre os papéis com retornos prefixados, o juro do título com vencimento em 2026 subia de 8,82%, nesta manhã, para 9,04%, à tarde. O título prefixado com vencimento em 2031 e pagamento de juros semestrais, por sua vez, pagava um prêmio de 9,50%, acima dos 9,33% anteriores.

No grupo de papéis com retornos atrelados à inflação, o juro real pago pelo título Tesouro IPCA+ com vencimento em 2026 subia de 3,94% para 4,00%. Os prêmios dos títulos Tesouro IPCA+ com vencimentos em 2035 e 2045, por sua vez, aumentavam de 4,25% para 4,29% na atualização desta tarde.

Entre os títulos que acompanham a inflação com pagamento de juros semestrais, o Tesouro IPCA+ 2055 oferecia retorno real de 4,50% no início dos negócios, acima dos 4,47% de ontem.

Confira os preços e as taxas atualizadas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto nesta sexta-feira (30):

Fonte: Tesouro Direto

Agenda brasileira

Na cena doméstica, além das questões políticas, repercute no dia a taxa de desemprego, que ficou em 14,6% no trimestre móvel encerrado em maio de 2021, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgada nesta sexta-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ficou um pouco acima da expectativa do consenso da Refinitiv, que apontava para taxa de desemprego de 14,5% no período.

A taxa, que corresponde a 14,8 milhões de pessoas buscando um trabalho no país, é a segunda maior da série histórica, iniciada em 2012 pelo IBGE. O recorde (14,7%) foi registrado nos dois trimestres imediatamente anteriores, fechados em março e abril.

Investidores também já estão à espera da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central da próxima semana. A expectativa do mercado é de aumento da Selic em um ponto percentual, de 4,25% para 5,25% ao ano.

A equipe do Itaú Unibanco elevou hoje a projeção para inflação em 2021 de 6,1% para 6,9% e também a de 2022, de 3,7% para 3,9%.

Com isso, a previsão do banco para a Selic ao fim deste ano também foi revisada, de 6,5% para 7,5% ao ano, ficando estável nesse nível em 2022. Para o curto prazo, o Itaú espera altas de um ponto da Selic em agosto e setembro, de 0,75 p.p., em outubro, e de 0,50 p.p., em dezembro.

Cenário internacional

Nos Estados Unidos, atenção para os dados de inflação, que ficaram abaixo do esperado pelo mercado. O núcleo do PCE (ou Índice de preços para gastos de consumo pessoal), que exclui componentes com maior volatilidade e cujas variações refletem choques transitórios, subiu 0,4% em junho frente a maio, e 3,5% na comparação com junho de 2020.

O PCE é o indicador de inflação acompanhado com mais atenção pelos membros do Federal Reserve, o banco central americano, e é uma importante baliza para prever mudanças na política monetária da maior economia do mundo.

Na cena corporativa, a Amazon apresentou seu balanço do segundo trimestre, com reação negativa do mercado. Apesar de ter superado as expectativas em relação aos ganhos, a empresa reportou dados abaixo do esperado na receita e divulgou projeções mais fracas para o terceiro trimestre.

Entre abril e junho, a receita da Amazon somou US$ 113,1 bilhões, aumento de 27% em relação ao mesmo período de 2020, mas abaixo dos US$ 115,2 bilhões projetados por economistas consultados pela Refinitiv.

PIB e inflação na Europa

A Europa também contou com uma bateria de indicadores divulgados.

A economia da zona do euro cresceu mais rápido do que o esperado no segundo trimestre, saindo da recessão provocada pela pandemia da Covid-19 conforme as medidas para conter o vírus são relaxadas.

A Eurostat, agência de estatísticas da União Europeia, informou nesta sexta-feira que sua estimativa inicial para o Produto Interno Bruto dos 19 países que usam o euro foi de crescimento de 2,0% na comparação trimestral e de 13,7%, na base anual. Economistas consultados pela Reuters esperavam expansões de 1,5% e 13,2% respectivamente.

Entre os destaques ficaram Itália e Espanha, respectivamente terceira e quarta maior economia da zona do euro, com crescimentos trimestrais de 2,7% e 2,8%.

A Eurostat também informou que a inflação da zona do euro acelerou a 2,2% em julho, taxa mais elevada desde outubro de 2018, e acima da expectativa de economistas, de 2,0%.

Os preços da energia tiveram novamente o maior peso, com alta de 14,1% na comparação anual. Sem os componentes voláteis de energia e alimentos não processados, o que o Banco Central Europeu chama de núcleo da inflação, os preços subiram 0,9% na base anual, o mesmo que em junho. Economistas esperavam avanço de 0,7%.

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.

The post Tesouro Direto: alta das taxas de títulos públicos se acentua na tarde desta 6ª feira; prefixados pagam mais de 9,0% ao ano appeared first on InfoMoney.

- Advertisment -