domingo, setembro 26, 2021
Home Investimentos Prêmios dos títulos públicos no Tesouro Direto têm alta nesta 3ª feira,...

Prêmios dos títulos públicos no Tesouro Direto têm alta nesta 3ª feira, às vésperas de decisão do Copom e de olho em Bolsa Família

Percentual, juros, taxas e Selic

SÃO PAULO – Às vésperas da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) — que deve elevar a Selic em um ponto percentual, para 5,25% ao ano, pela aposta majoritária do mercado — e em meio a informações desencontradas sobre uma proposta de aumento do Bolsa Família, as taxas pagas pelos títulos públicos disponíveis para compra negociados via Tesouro Direto apresentavam alta na tarde desta terça-feira (3), embora em menor intensidade na comparação com a abertura da sessão. Investidores pedem um prêmio maior, diante de um cenário de alta de juros e maior risco de descumprimento do teto de gastos.

Entre os títulos com retornos prefixados, o juro do papel com vencimento em 2024 subia de 8,74%, da sessão anterior, para 8,93% na atualização das 15h21, pouco abaixo dos 8,96% no início dos negócios nesta terça-feira.

Da mesma forma, o título prefixado com vencimento em 2026 avançava de 9,06% na sessão passada para 9,23% hoje, abaixo dos 9,28% na primeira atualização do dia.

O título prefixado com vencimento em 2031 e pagamento de juros semestrais, por sua vez, pagava um prêmio de 9,67% hoje a tarde, contra 9,53% na segunda-feira e 9,70% hoje pela manhã.

No grupo de papéis com retornos atrelados à inflação, o juro real pago pelo título Tesouro IPCA+ com vencimento em 2026 era de 4,09%, ante 4,00% na sessão anterior e 4,15% no início do pregão.

Já os prêmios dos títulos Tesouro IPCA+ com vencimentos em 2035 e 2045 pagavam retorno real de 4,33%, contra 4,27% registrados um dia antes e 4,40% na abertura.

Entre os títulos que acompanham a inflação com pagamento de juros semestrais, o Tesouro IPCA+ 2055 oferecia retorno real de 4,50%, frente a 4,47% durante a tarde de ontem e 4,58% no início das negociações nesta terça-feira.

Confira os preços e as taxas atualizadas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto nesta terça-feira (3):

tesouro-direto-tarde-03.08.jpg (760×540)

Fonte: Tesouro Direto

Foco doméstico

Entre os destaques na cena local, está o primeiro dia da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). A decisão de fato será apresentada apenas amanhã. Na última semana, aumentaram as apostas de que o Banco Central eleve a Selic em um ponto percentual, ou seja, ao patamar de 5,25% ao ano.

Também cresceram as apostas de que o BC mantenha aberta a possibilidade de ir além do juro neutro, que está por volta de 6,5% ao ano. Ontem, analistas da XP e do UBS afirmaram que a autoridade monetária pode levar a taxa básica de juros ao fim deste ano a 6,75% e a 8%, respectivamente.

Em relatório enviado a clientes, os analistas da XP disseram que o comitê deve reforçar a mensagem de que fará o que for necessário para trazer a inflação de volta à trajetória das metas. A sinalização do ajuste, porém, agora deve ter o tom de que vai ser feita “ao redor do juro neutro”, em vez de colocar apenas patamar considerado neutro. O objetivo, segundo os especialistas da casa, é que o BC ganhe certa flexibilidade diante do nível elevado de incerteza.

As atenções também estão voltadas à proposta de reajuste do programa Bolsa Família. De acordo com informações divulgadas ontem à tarde por CNN e G1, o valor das parcelas do programa poderia chegar a R$ 400, valor que, se confirmado, superaria indicações feitas pelo próprio presidente Jair Bolsonaro, que defendia que o repasse médio saísse dos atuais R$ 192 para R$ 300.

Mas a construção de espaço orçamentário para as novas despesas está em discussão e deve vir, ao menos em parte, de uma mudança nas regras para o pagamento de dívidas da União. Chamado de “meteoro” pelo ministro Paulo Guedes (Economia), o valor dos precatórios chega a quase R$ 90 bilhões – volume muito maior do que os R$ 54,75 bilhões previstos no Orçamento deste ano, o que poderia consumir boa parte da “sobra” esperada no teto de gastos de 2022 (regra que limita o crescimento de despesas de um ano à inflação do período anterior) e ameaçar os planos para o Bolsa Família “turbinado”.

No radar político, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinaram ainda a abertura de inquérito administrativo contra o presidente Jair Bolsonaro. A decisão é uma resposta à live da semana passada em que foram apresentadas supostas fraudes causadas pela urna eletrônica, todas já refutadas pela Corte Eleitoral. Bolsonaro também afirmou que, sem voto impresso, pode não haver eleições em 2022.

Ainda na agenda local, investidores repercutem os dados da produção industrial brasileira divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que ficou estável em junho na comparação com o mês anterior, em linha com a expectativa dos analistas consultados pela Refinitiv. Na comparação com junho de 2020, a produção avançou 12%.

“Em maio, houve uma volta ao campo positivo após três meses de queda e a indústria igualava o patamar de antes da pandemia, mas esse resultado não revertia as perdas anteriores. Com essa variação nula em junho, o setor permanece no patamar pré-crise, mas no resultado desse mês observa-se uma predominância de taxas negativas entre as atividades industriais”, explicou o gerente da pesquisa feita pelo IBGE, André Macedo.

Radar internacional

Já no foco dos investidores internacionais, destaque para sinalizações quanto aos rumos da política monetária nos Estados Unidos, após Christopher Waller, diretor do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), afirmar ontem que a autoridade monetária pode começar a reduzir o suporte à economia americana, a partir de outubro, caso os relatórios de emprego dos dois próximos meses mostrem aumentos de 800 mil a 1 milhão de vagas cada, como ele espera.

Waller também sugeriu que o Fed pode iniciar em setembro uma redução de suas compras mensais de títulos, em movimento que pode fazer com que os rendimentos voltem a subir.

Já na Ásia, o movimento foi misto para as diferentes bolsas, com as ações de empresas listadas em Hong Kong do mercado chinês de jogos online despencando, depois que a atividade foi descrita como um tipo de “ópio” pela mídia estatal chinesa.

No fechamento do mercado de terça-feira em Hong Kong, as ações da Tencent despencaram 6,11%, enquanto a Netease e a Bilibili caíram 7,77% e 3,44%, respectivamente. O índice Hang Seng Tech caiu 1,47%.

As perdas vieram depois que o Economic Information Daily, afiliado ao meio de comunicação estatal chinês Xinhua, publicou um artigo que expressou preocupação com a quantidade de tempo gasto pelos jovens em jogos online. O artigo, no entanto, foi excluído poucas horas após a publicação.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.

- Advertisment -