domingo, setembro 26, 2021
Home Economia Movimento contra reforma do IR dobra de tamanho e fala em recessão

Movimento contra reforma do IR dobra de tamanho e fala em recessão

Em dia de votação na Câmara dos Deputados, o movimento contra a reforma do Imposto de Renda dobrou de tamanho. Eram 22 entidades até o mês passado que se manifestavam publicamente contra o projeto, mesmo depois das alterações feitas pelo relator. Agora o número saltou para 52  entidades que assinam o documento. Estão lá desde às ligadas a advocacia, passando por associações de energia, distribuidoras de gás, comércio, até entidades de contadores, da indústria do couro e do vidro. O manifesto também subiu de tom e agora fala que a reforma pode ser responsável por uma “enorme recessão para a economia brasileira”.

“A proposta é absolutamente desalinhada e contrária às prometidas políticas de implementação de justiça fiscal, diminuição da complexidade das regras tributárias, atração e incentivo ao investimento nacional e estrangeiro, formalização da economia e desincentivo à evasão e à elisão fiscal”, diz o advogado tributarista Gustavo Brigagão, presidente do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (CESA) e articulador do manifesto.

O Projeto de Lei 2.337, com relatoria do deputado Celso Sabino, está na pauta para ser votado nesta quinta-feira, 05, na Câmara dos Deputados, mas algumas fontes dizem que a votação pode ser transferida para a próxima semana. Além do setor produtivo, o texto também  tem a oposição dos governadores que estimam perder 26 bilhões de reais em arrecadação. A expectativa é de que mesmo que passe na Câmara, o projeto seja barrado no Senado.

- Advertisment -