sexta-feira, fevereiro 26, 2021
Home Economia Os inexplicados pedidos de demissão no Cade

Os inexplicados pedidos de demissão no Cade

Duas servidoras muito conhecidas e respeitadas no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) pediram demissão nesta quarta-feira, 27. Cristiane Landerdahl de Albuquerque e Ulliana Cervigni Martinelli eram coordenadora-geral e coordenadora, respectivamente, de análise antitruste. Ou seja, trabalhavam no coração do órgão federal. Os pedidos conjuntos de exoneração chamaram a atenção das bancas de advocacia especializadas no Cade, principalmente porque não vieram de uma explicação, nem mesmo do protocolar “por motivos pessoais”.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

- Advertisment -