sexta-feira, junho 18, 2021
Home Economia Grupo dissidente de caminhoneiros envia aviso formal de greve ao governo

Grupo dissidente de caminhoneiros envia aviso formal de greve ao governo

Um grupo de caminhoneiros, dissidente das principais agremiações que surgiram em meio à paralisação de 2018, enviou nesta quarta-feira, 27, um aviso de greve ao governo federal. Assinado por Plínio Nestor Dias, o ofício afirma que o Conselho Nacional de Transportes Rodoviário de Cargas (CNTRC), que se diz influente sobre 40 mil caminhoneiros em 22 estados, definiu greve para o dia 1º de fevereiro. Entre as reivindicações, eles pedem mudanças no piso mínimo do frete, no Projeto de Lei da BR do Mar, a revisão da política de paridade de preços de combustíveis da Petrobras, entre outros temas. Outras lideranças, contudo, relataram ao Radar Econômico que não há ainda adesão à greve.

Trecho do ofício encaminhado por um grupo de caminhoneiros ao ministro Paulo Guedes /Reprodução/VEJA

Frente às ameaças, o presidente Jair Bolsonaro concedeu benefícios à categoria. Indicou que trabalharia para incorporar os caminhoneiros no grupo prioritário de vacinação e que poderia rever os impostos cobrados sobre o diesel.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

- Advertisment -