segunda-feira, setembro 27, 2021
Home Política Com seis novos investigados, CPI já mira 24 pessoas

Com seis novos investigados, CPI já mira 24 pessoas

Já na reta final, a CPI da Pandemia ampliou o número de alvos do inquérito conta com 24 pessoas na condição de investigados, escolhidos pelo relator Renan Calheiros.

No início do depoimento desta quinta-feira, o senador anunciou que incluiria no rol de investigados da comissão o empresário José Alves, da Vitamedic, produtora de ivermectina que lucrou 470 milhões de reais no ano passado com a venda do medicamento.

Ao encerrar os questionamentos nesta quinta ao empresário José Ricardo Santana, ex-servidor da Anvisa que é suspeito de atuar como lobista da Precisa Medicamentos, Calheiros informou que ele também entraria na lista.

Outros quatro nomes devem ser apresentados pelo relator nesta reunião: Luiz Paulo Dominguetti Pereira e Cristiano Carvalho, que atuavam como representantes da Davati Medical Supply no Brasil para a suposta venda de 400 milhões de doses vacina ao Ministério da Saúde; o coronel da reserva Hélcio Bruno de Almeida, presidente do Instituto Força Brasil, que teria atuado como lobista nesta negociação frustrada; e o empresário bolsonarista Luciano Hang, dono da Havan.

Na quarta, o senador havia anunciado outras três inclusõesRoberto Ferreira Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde que foi acusado de cobrar propina pela compra de vacinas contra a Covid-19 e saiu preso do seu depoimento à CPI no mês passado; Francisco Emerson Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos, ex-intermediária da Bharat Biotech na venda da vacina indiana Covaxin; e Emanuel Catori, sócio da Belcher Farmacêutica, que depôs na última terça.

Veja a seguir quem são os outros 15 investigados pela CPI:

  • Ricardo Barros, deputado federal e líder do governo Bolsonaro na Câmara
  • Túlio Silveira, advogado da Precisa Medicamentos
  • Marcelo Queiroga, ministro da Saúde
  • Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde e general da ativa do Exército
  • Ernesto Araújo, ex-ministro das Relações Exteriores
  • Antônio Élcio Franco Filho, ex-secretário executivo de Pazuello no Ministério da Saúde
  • Arthur Weintraub, ex-assessor da Presidência da República
  • Carlos Roberto Wizard Martins, empresário bolsonarista que atuou como voluntário no Ministério da Saúde
  • Fábio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação da Presidência
  • Hélio Angotti Neto, secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde
  • Marcellus Campelo, ex-secretário de Saúde do Amazonas
  • Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, conhecida como ‘Capitã Cloroquina’)
  • Nise Yamaguchi, médica bolsonarista
  • Paolo Zanotto, médico defensor da cloroquina
  • Luciano Dias Azevedo, médico que teria assinado minuta para mudar bula da cloroquina
- Advertisment -