quinta-feira, setembro 23, 2021
Home Economia As quatro linhas do 7 de Setembro

As quatro linhas do 7 de Setembro

VEJA Mercado | Abertura | 6 de setembro.

Os investidores têm uma boa desculpa para nem entrar na bolsa ou em qualquer  mercado nesta segunda-feira. O feriado americano do Dia do Trabalho, que fecha os mercados por lá e naturalmente já reduz os negócios em outras partes do mundo, e o próprio feriado do 7 de Setembro no Brasil, com o agravante das manifestações, que não se tem ideia de como podem acabar. O presidente Jair Bolsonaro insistiu durante o fim de semana na briga com o Supremo Tribunal Federal, dizendo que os ministros precisam estar nas quatro linhas da Constituição, caso contrário o presidente teria que reagir fora das quatro linhas. Na sexta-feira, o ministro Alexandre de Moraes deu ordem de prisão, a pedido da Procuradoria Geral da República, de dois bolsonaristas que estariam incitando violência e financiando atos antidemocráticos no 7 de Setembro.

Mas quem estiver disposto a negociar terá que ficar de olho no comportamento da ações das mineradoras. O preço do minério de ferro caiu mais de 6% por conta dos anúncios recentes da China de que vai limitar os volume de aço. Outro setor que pode ter destaque é o de frigoríficos. O Ministério da Agricultura confirmou, no sábado, mais dois casos de vaca louca e a exportação de carne bovina foi suspensa para a China.

- Advertisment -